Essa é daquelas ideias que chamam a atenção e quando a gente vai ver de perto fica melhor ainda. “Como matar um amor de tédio” é um livro da autora capixaba Carol Cuquetto, que segundo ela “é um livro, mas também não é. É um devaneio feito de fragmentos de pensamentos, lugares e objetos familiares. Um ato de teimosia que repete instantes de amor, tédio e pequenas alegrias.”

Nele você encontra pequenas ilustrações em linhas pretas e muito branco pelas páginas, que também tem pequenas poesias que complementam ou não as ilustrações da Carol.

A parte legal é a forma que a autora encontrou para presentear as pessoas com seus livros: Ela os espalha pela cidade de Vitória (ES). A autora os deixa em alguns lugares movimentados e outros nem tanto, assim quem encontrá-los pode levar para casa o belo presente. “A ideia é proporcionar um momento de pausa e reflexão para quem os encontra e voltar a atenção para os “cantinhos” da cidade.”

comomatarumamordetedio

Nenhum dos livros será comercializado, todos serão distribuídos ou deixados em locais públicos. Carol diz que:

“A intenção do projeto é valorizar o cotidiano como criador de potencialidades e deslocar eventos e insights rotineiros para o espaço discursivo da arte, e como resultado propor reflexões sobre o que os indivíduos têm em comum. As questões subjetivas pertencentes ao imaginário da artista se conectam com o outro através da identificação dos pequenos dramas que se repetem em todos nós.”

Eu que morava em Vitória até alguns meses atrás fiquei chateada por não estar na cidade para ter a chance de encontrar um dos livros. Mas como estava acompanhando tudo pelo insta @morrerdetedio, comentei que era uma pena não estar mais na cidade e a Carol na mesma hora se ofereceu para enviar um livro de presente pra mim. Fiquei feliz da vida.

O livro é uma graça, eu que adoro ilustrações curti demais o estilo da Carol, e sinto que o livro é um convite a interação. Sinto muita vontade de desenhar nele, essa possibilidade me deixa muito feliz. Acho que um livro pode ser mais que uma leitura, pode ser uma diversão e uma fuga.

carolcuqueto_livro

Vale lembrar que o projeto foi realizado com apoio da Secult-ES e do Funcultura através do edital setorial de artes visuais de 2015. Então para os capixabas que acompanham a Garimpo, fiquem de olho pelas ruas da cidade, e também no insta @morrerdetedio. Quem sabe você também da a sorte de ter um livro lindo desse pra você!?