Admito que interajo no facebook bem menos do que deveria (ou não!), mas vivo de olho em tudo que as pessoas compartilham por lá. Só essa semana 3 pessoas diferentes compartilharam um mesmo vídeo, o Dimensions of dialogue, do Jan Švankmajer. Eu não o conhecia até então, mais o seu vídeo era tão interessante e um tanto quanto hipnótico que fui procurar saber mais sobre o artista que o produziu. Para a minha surpresa, descobri vários outros stop motions ótimos do mesmo autor, e cheguei a conclusão de que mais pessoas precisavam ver isso, por isso ele merecia um post aqui na Garimpo.

Esse foi o vídeo que vi, dá o play que você vai entender melhor sobre o que estou falando.

Jan Švankmajer é um cineasta checo, que estudou na escola de artes aplicadas de Praga. Iniciou sua carreira trabalhando ao lado de Emil Radok, no filme Doutor fausto. A experiência de Švankmajer com o stop motion see deu graças a sua mulher Eva Švankmajerová, que era uma artista surrealista.

Ao todo em sua carreira são mais de 20 curtas e 6 longa metragens produzidos a partir de stop motion, com temática surrealista que envolvem massa de modelar, alimentos, entre outros objetos usados de formas inusitadas para compor seus vídeos. Um de seus vídeos mais famosos trata do romance infantil Alice, de Lewis Carrol, que foi reproduzido e desconstruído por Jan Švankmajer.

O mais interessante é que, esses vídeos foram produzidos a maioria na década de 80. O processo de stop motion que hoje já é bem complexo e trabalhoso, devia ser muito mais intenso a quase 30 anos atrás. Mas mesmo assim os resultados são perfeitos, visualmente falando. Esse era um desafio muito grande para a época que foi executado com maestria por Švankmajer.

O trabalho desse cineasta é tão bom e importante, que ele pode ser considerado mesmo o “rei do stop motion”. Mais ainda por ter influenciado grandes cineastas contemporâneos como Timothy e Stephen Quay e Tim Burton.

Pra mim, toda forma de arte é muito inspiradora por isso adoro compartilhar esse tipo de achado por aqui. Se quiser ver mais vídeos, no Youtube você encontra uma boa variedade do trabalho do Jan Švankmajer disponível.

#Enjoy