Quando mais nova sempre pensava que essa coisa de crise de idade era um grande exagero de quem a descrevia. Ficava pensando que não devia ser tão ruim assim se aproximar dos 30 anos. Nessa época eu devia ter uns 18 anos, tinha acabado o ensino médio, chegado a maioridade para curtir a vida, sem muitas preocupações.

Acreditava piamente que lá pelos 30 eu estaria numa boa, com a vida ganha, um bom emprego, minha casa do meu jeitinho, frequentando bons restaurantes, teria viajado o mundo e talvez estivesse até casada com um filho. Sim, eu acreditei mesmo que tudo isso estaria assim perfeito aos 30 anos de idade.

Happy-gif

Pois é, o tempo passou, hoje aos 28 anos posso afirmar com toda certeza: A vida não está nada perfeita como eu planejava. Não consegui um bom emprego, nem muito menos viajei pelo mundo, ter filho nem pensar e o restaurante que mais frequento é o kilo aqui perto de casa. A vida não está ganha, muito menos glamourosa ou ideal como eu acreditei que estaria.

Love-and-Other-Drugs

Se aproximar dos 30 anos sem saber muito bem o rumo que a vida vai tomar é assustador. Bate aquele sentimento de frustração e impotência, clássicos da minha mente inquieta e sonhadora que tantas vezes me fez imaginar como seria estar em Paris no inverno.

Aí é quando acordo pra realidade e estou no inverno em SP, com um casaco antigo e os dedos congelando pra terminar o freela que já esta na 10° alteração. Eu fiz planos e desisti deles, fiz outros que não deram certo, vivo me perguntando qual o sentido da vida e o que realmente amo fazer, pra poder quem sabe, ter uma vida mais feliz aos quase 30.

giphy

Enquanto a vida segue e minha mente faz mais um plano pra me convencer de que tudo vai dar certo, as contas continuam chegando, mas o emprego dos sonhos não.  A vida anda meio bagunçada, meio estática eu diria, é como se eu estivesse novamente em época de vestibular tendo que escolher que curso fazer, que rumos seguir, que profissão escolher.

Achei que esse sentimento de estar perdido seria algo apenas para viver nessa época, mas a verdade é que aos quase 30 tenho esse sentimento diariamente.

UJDEvB

É, a crise existe, admito! E ela sempre se agrava quando você percebe a quantidade de pessoas que aos 30 já estão realizadas e bem sucedidas, enquanto você nem sabe se a profissão que escolheu é a que você quer mesmo. Se você chegou aos 30 deve me entender e se você ainda vai chegar a essa idade, aguarde para sentir essa sensação louca em breve ou não, se for provido de muita grana em sua conta bancária.

Fato é, que não da pra viver se lamentando, apesar dos pesares, apesar da idade, apesar da vida que não seguiu a linha reta que um dia planejei, é preciso continuar, se movendo, olhando pra frente, ainda sonhando, ainda desejando uma vida perfeita e rezando para que aos 40 tudo seja diferente, mais concreto, mais realizador e bem mais feliz.

britney spears, iggy azalea pretty girls 5 dailybritneygifs