Seja por conta da crise ou por amar roupas e moda, muitas pessoas tem visto nos brechós uma ótima oportunidade para começar a empreender. Todos os dias recebo muitas mensagens de pessoas me perguntando como começar um brechó em casa, por isso decidi compartilhar a minha experiência empreendendo com o brechó de casa e também dar umas dicas  para ajudar quem está começando essa empreitada.

Desde 2014 o brechó tem sido uma fonte de renda na minha vida. A principio apenas participando de feiras, mas me mudei pra São Paulo em 2016 e infelizmente os planos de emprego que tinha não deram certo, fiquei desempregada (a crise pegou geral, né?), e comecei a pensar no que eu era boa? O que eu gostava de fazer? o que poderia me render uma graninha investindo pouco?

E foi aí que me lembrei de algo que sempre amei, garimpar e vender! Uni as duas coisas e decidi começar as vendas pelo insta. Plataforma gratuita e com grande visibilidade, me parecia uma boa vitrine para começar. E realmente foi! Já são aproximadamente 3 anos vendendo por lá, e posso garantir que da pra ganhar uma graninha legal. Como? Vou descrever alguns passos que fiz que com certeza vão te ajudar a iniciar seu brechó também.

brechó em casa

Meu brechó no insta

 Como começar um brechó em casa?

1 – TEM que ter disposição: Não vá achando que esse job é fácil não! Você precisa se dedicar e muito. Organize seus horários de trabalho, não tenha preguiça e mantenha o foco. Esse é o primeiro passo!

2 – TENHA um celular: Gente, não da pra ter um brechó online sem ao menos um celular razoável. Primeiro por que se você vai vender online, precisa ter uma conta no instagram, e mesmo que não venda online você ainda precisa de uma conta no instagram para as pessoas saberem que você existe. Segundo por que é muito importante que você consiga tirar boas fotos das suas peças. O ideal seria uma boa câmera, mas enquanto você não a tem o celular será seu fiel companheiro de fotos. O celular precisa ser um Iphone XYZ??? NÃO!!! Absolutamente, não! O que você precisa é ter um espaço com bastante luz do dia para fazer suas fotos. Só isso.

3 – ESCOLHA bem as roupas que vai vender: Amiga, não adianta nada você querer vender seu armário inteiro, você precisa saber o que as pessoas querem, o que está vendendo? Aí você me fala: “Po Ana, ainda nem tenho o brechó, como vou saber o que o meu público quer?”. Oi, Lynda! é simples, vá investigar sua concorrência, veja o que os brechós que você admira estão vendendo e foque naquele estilo. OU investigue a si mesma pense no que VOCÊ iria gostar de garimpar e ofereça isso no seu brechó. Você pode vender suas roupas, pegar algumas das amigas, dos familiares, e também ir garimpar em um bazar de igreja. Com R$100 já da pra garimpa MUITA coisa e é um investimento relativamente baixo, né?!

4 – Boas fotos e divulgação são a alma do negócio: Voltando as fotos, Lembre-se sempre de faze-las em um lugar iluminado. Veja de que forma acha mais interessante expor as roupas, penduradas num cabide, num manequim, numa amiga modelo, em você mesma. Vá testando, com o tempo você vai descobrir o que atrai mais pessoas e o que é mais fácil pra você também. DIVULGUE muito seu brechó nas suas redes, não tenha vergonha, compartilhe em grupos do face, peça para as amigas ajudarem na divulgação. Enfim, seja criativa! Você precisar ser vista e se tiver boas fotos de bons garimpos com certeza os seguidores serão consequência. E pelo AMOR DA DEUSA, não se desespere com números de seguidores!!! TODO mundo começa com ZERO! o seu trabalho bem feito e com dedicação é que fará os seguidores chegarem até você.

5 – Organize-se e tenha um espaço em casa reservado pro brechó: Amiga, se você não quer enlouquecer, você vai precisar muito se organizar e pra isso nada melhor do que uma planilha. SIM, é chato, mas ela vai te ajudar. Pode ser no excel ou num caderninho, mas anote TUDO. Anote nome da peça, descrição, quanto você pagou e por quanto vai vender. Assim você consegue saber o que é lucro e o que precisa ser investido novamente. O ideal é que seu brechó tenha uma identidade visual e tags nas peças também, falei mais sobre isso nesse post aqui, lendo ele você vai entender a importância disso. Quando comecei eu não tinha espaço para as minhas peças do brechó, elas ficavam todas em uma mala embaixo da cama, ai toda vez que eu precisa pegar elas era um tormento. Até que, me mudei pra um ap e tenho um escritório onde posso fazer isso com mais espaço. montei uma arara para pendurar todas as roupas, isso é bom por que facilita muito o trabalho no dia a dia, a ver o que ainda tenho disponível, a pensar nos looks, enfim.

brechó em casa

Minha arara, comprei no mercado livre 😉

brechó em casa

Meu escritório: onde me organizo com o brechó

DICA EXTRA: 

Essa é uma dica de coração, de uma pessoa (no caso euzinha!) que trabalhou mais de 10 anos com vendas, TRATE TODOS SEUS CLIENTES COMO SE FOSSEM ÚNICOS! Amiga, de todas as dicas que eu poderia dar, essa é a mais valiosa. As pessoas querem cada vez mais se sentir especiais e valorizadas, então trate TODAS muito bem, com muita paciência e educação. E Se der mande bilhetinhos junto com as peças, faça um pacotinho bonito, faça esse job com AMOR, ou então nem comece, ok!? Hoje em dia a concorrência é muio grande pra você entrar nessa só por esporte, você precisa MESMO se diferenciar, e o trato com as pessoas é a melhor forma de fazer isso e ganhar clientes que voltam sempre e se tornam até amigos.

Bem, espero ter ajudado, eu sigo aprendendo todos os dias sobre esse universo. Acredito que nenhum conhecimento é suficiente quando você decide empreender, pois tudo pode ter variáveis e cada um vai se adaptando da forma que consegue ou que sabe. Procurar conteúdos sobre isso nunca é demais, ok!? Dúvidas e sugestões de novos conteúdos sobre brechó é só deixar nos comentários que vou adorar responder. Aproveitando, esse post aqui também tem dicas valiosas que podem te ajudar. Agora, mãos a obra! Bora colocar esse brechó no ar e ganhar DINHEIRO menina!

brechó em casa brechó em casa brechó em casa brechó em casa brechó em casa